Das Lutas

Coletivo

NOVAMENTE, O ERRO DE CRIMINALIZAR A FACE POLÍTICA DA MULTIDÃO

1277627_238828089606408_1111965269_o

*Texto por Mariana Corrêa dos Santos

Não passou.

Não acabou.

Apesar das grandes mídias veicularem a todo instante que as manifestações arrefeceram, o dia de ontem (08.10.2013) provou esse ledo engano. E provou outro engano: a revolta popular não vai diminuir diante dos abusos diários.

Não foram 10 mil nas ruas, foram dez vezes mais, com diferentes máscaras (apesar da proibição), diferentes pinturas, fantasias. A multidão era múltipla, densa, e lindamente em transformação. A face política e crítica de uma cidade cansada de ser tratada como mercadoria, onde cada fatia do bolo pode ser comprada pelo melhor preço.

Entre a Candelária e a Cinelândia, caminharam Professores, indígenas, Black blocs, apoiadores, P2 (sim, muitos, e risivelmente identificáveis), numa passeata de força, raiva, potência modificadora. Em nenhum momento a polícia se apresentou, como costuma fazer, nas linhas laterais da caminhada. Todos estranhavam esse súbito sumiço e percebiam nitidamente a tática da política: deixar apenas alguns provocadores no meio, atiçar alguns ao confronto, e forjar legitimidade para enviar a tropa de Choque assim que o número de manifestantes diminuísse.

Na Cinelândia, música, palavras de ordem, arte, fogos. A felicidade de ter concluído uma caminhada normalmente tão complicada e tão cheia de confrontos era clara. Nas escadarias, todos cantavam: “Que coincidência, não tem polícia, não tem violência”. Entretanto, era cedo. A polícia se organizava na Rua Evaristo da Veiga. Provocações, frases e ameaças, e a linha de frente se posicionou.

O que talvez não fosse esperado, ou não fosse calculado pelas forças de repressão do Estado é que a rua não iria diminuir de número se eles não usassem táticas de dispersão. E o que talvez não tenha sido calculado mesmo é que esse número se transformasse em revolta, nada cênica, nada performance, mas revolta popular efetiva. De educadores, pesquisadores, mídia alternativa.

A grande mídia repete a ladainha: “vândalos, baderneiros, mascarados, depredação, vândalos, bancos quebrados, baderneiros, ônibus queimados”. Nem uma simples análise do porquê bancos são quebrados, e ônibus queimados. Nenhuma reflexão sobre o porquê de, a cada dia, essa tática de ação direta anticapitalista ser abraçada por mais movimentos, não apenas os anarquistas. Nada. A grande mídia escolhe não pensar, não produzir um espaço aberto de reflexão. Mais seguro assim.

A tática não é irresponsável ou niilista, como a grande mídia adora propagar. Seus alvos são bem escolhidos. A Câmara dos Vereadores foi palco de violência absurda contra os educadores, e é palco frequente de acordos ilegítimos. Deveria ser “A Casa do Povo”, mas lá o povo só coloca o pé se for “ordeiro e apoiar os projetos”, ou seja, se participar de antemão do consenso de opressão. O Clube Militar reúne as “viúvas da ditadura” que comemoram (vejam bem, comemoram!) o Golpe de 1964 como Revolução! Os bancos… Esses precisam de explicação? São os símbolos e os operadores máximos do capitalismo em sua forma mais parasitária: cobram taxas altíssimas, destroem famílias, indivíduos, microempresas, com juros estratosféricos sobre qualquer operação, e ainda possuem políticas econômicas especialmente voltadas para eles. E o ônibus, o “pobre” ônibus em chamas? Alguém esqueceu o Jacob Barata e o quanto ele ganha com seus ônibus? A população não esqueceu.

Essa multidão que ontem colocou fogo no Centro do Rio é a face mais politizada que podemos encontrar. Uma política que ultrapassa a instituição partidária, uma política direta, de corpos que agem com vontade de transformar a ordem de dominação estabelecida. Nada pacífica, “civilizada”, dócil ou mesmo acomodada, mas cada dia mais preparada e pronta para o confronto.

Não acabou.

E pelo que vimos ontem, só tende a crescer.

*Mariana é Das Lutas

Anúncios

3 comentários em “NOVAMENTE, O ERRO DE CRIMINALIZAR A FACE POLÍTICA DA MULTIDÃO

  1. antonio
    8 de outubro de 2013

    Muito claro,é um alerta aos gov.

  2. Rafael Sales
    8 de outubro de 2013

    Falou tudo!

  3. Siomara Carvalho Dos Santos
    9 de outubro de 2013

    PERFEITO,. FALOU TUDO !!! OS CARNEIRO VIRARAM TOURO !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 8 de outubro de 2013 por em Para seguir lutando e marcado , , , , .
%d blogueiros gostam disto: