Das Lutas

Coletivo

Minha profissão de Fé

acaoantihomo

 

Por Eder Fernandes

Aprendi que o cristão deve amar o homossexual, mas abominar o pecado da homossexualidade. Chamavam isto de palavra de Deus. Aprendi que numa democracia todos têm o direito de expressar a sua opinião, mesmo que isto signifique o não reconhecimento da dignidade e igualdade do outro. Chamavam isto de tolerância democrática. Aprendi que devo perdoar os meus inimigos, pois do contrário estarei pagando o mal com o mal. Chamavam isto de pacifismo. Aprendi que assassino é assassino, independentemente dos motivos que o levaram a matar. Chamavam isto de homicídio.

Hoje tenho a minha profissão de fé: Profetizo que todo aquele que abomina o “pecado” da homossexualidade afogue-se em sua própria hipocrisia e que não encontre paz até o momento em que se arrepender do seu desamor. Chamo isto de ira de Deus. Profetizo ao intolerante a intolerância. A democracia não neutraliza a guerra. Chamo isto de opressão democrática.

Profetizo ao meu inimigo a inimizade. A minha outra face só deve encontrar o beijo de meus amigos. Ao inimigo, todo ódio e rejeição. Chamo isto de guerra. Profetizo que todo assassino de almas, mesmo não praticando o homicídio físico, mas retirando o direito à vida plena de outra pessoa seja amaldiçoado em nome de Deus. Não quero a condenação física. Quero a condenação eterna de sua alma. Chamo isto de vingança. A batalha é espiritual! A guerra tem lado.

Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca (Apocalipse 3:16).

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 11 de setembro de 2014 por em Resistências Estéticas.
%d blogueiros gostam disto: