Das Lutas

Coletivo

Raízes expostas de uma cidade em ebulição

Por Henrique Gluck

O único serviço público que eles conhecem é a polícia truculenta do Rio, que aprenderam a não mais temer. Uma parte da sociedade só se preocupa com eles quando vão cometer crimes na zona sul durante o verão, se estão morrendo de maneira violenta aos montes não importa. O rótulo de marginal serve para aumentar o ódio social e torná-los menos humanos, assim se justifica a máquina genocida que não para de fazer crescer os números alarmantes de jovens negros que morrem de maneira brutal. A violência não pode ser entendida apenas no seu aspecto moral, com riscos de se fazer triunfar a estupidez. Todos querem viver nos seus mundos exclusivos, mas nas ruas e nas praias as realidades distintas se encontram. Toda semana vemos nos jornais a violência sistemática do Estado nas comunidades ocupadas pela polícia e também nas áreas não ocupadas. Muitas comunidades sofreram violento processo de remoção, mais de onze mil famílias tiveram que sair de suas casas durante a preparação para os grandes eventos. A situação de vulnerabilidade desmantela famílias, arrasa vidas. Trata-se de um processo violentíssimo. Quantas dessas mães trabalham na zona sul cuidando do filhinho da “madame”, enquanto seus próprios filhos estão sendo criados pelo tráfico? Antes de condenar e destilar o ódio pergunte-se de onde ele vem. A raiz é antiga, é histórica, a mesma história que a sociedade sempre tentou varrer para baixo do tapete. Essa cidade não se partiu hoje, sempre foi marcada por essa violência derivada do ódio racial e pelas tensões da desigualdade social. Qualquer solução violenta para fazer estancar essa velha ferida, nos fará sangrar ainda mais.

*Foto: Francisco César – Imagens do Povo / Observatório de Favelas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 24 de setembro de 2015 por em Territórios Rebeldes e marcado , , .
%d blogueiros gostam disto: