Das Lutas

Coletivo

Dilmas, Letícias e a misoginia escancarada

2016-899674617-201603311500479680.jpg_20160331

Por Mariana Santos

Não existe mais pudor em ser misógino. Se algum dia existiu esse pudor, não há mais. Mesmo aqueles que dizem amar suas esposas, mães, irmãs, amigas, filhas. Não existe mais limite.

Sei que ao escrever esse texto, junto meu nome ao das duas mulheres acima, pois claramente serei vítima de misoginia, como as duas foram e estão sendo. Não por apontá-la, a misoginia, essa velha conhecida. Mas por ser mulher.

Dilma, a mulher, foi apresentada desde sempre como incapaz de governar por ser mulher. E meu papel aqui não é de fazer apologia alguma ao seu governo. Seu governo fez concessões que nunca vou entender ou respeitar. Mas foi a mulher Dilma a ser ofendida quando o Brasil jogava seu futebol de 7 x 1. Dilma vadia. Dilma, vai tomar no cu.

Dilma, a mulher, foi estampada na capa da revista Istoé como uma mulher descontrolada, como se nós mulheres fôssemos todas incapazes de lidar com problemas da magnitude dos que ela vive. Como se fôssemos incapazes de governar, liderar, seguir, respirar. Dilma, a histérica. Dilma, a incapaz.

Letícia, a mulher, disse com todas as letras que não votava na Dilma. Disse que não apoiava seu partido. Mas que era a favor da democracia e que enxergava na tentativa de se instaurar o impeachment contra Dilma, a presidenta, um golpe contra tudo que já se conquistou nesse país nos últimos 35 anos. Letícia, petralha. Letícia, quer se dar bem. Letícia, “puta” vendida.

Letícia, a mulher, recebeu o aval via Lei Rouanet para montar seu espetáculo de música. Imediatamente, Letícia foi “ligada” ao governo que ela mesmo disse não ser o que ela acredita, notícias sobre sua vida pessoal foram resgatadas, como o porre de Pisco Sour com amigos em Brasília e uma deitadinha na BR. Letícia vadia, Letícia vagabunda, Letícia, vai tomar no cu.

Esses episódios escancaram aquilo que a maioria finge não ver: a misoginia entranhada em cada segmento da nossa sociedade. Dilma não pode gritar gol, sua foto será recortada e transformada numa cara de ódio, para provar que ela é uma louca histérica incapaz de governar, por isso deve ser impeachtmada. Dilma não pode ser presidenta, é claro que ela é comandada por Lula, ele que é o chefe dela. Isso porque Dilma é mulher.

Letícia não pode receber o aval para ser uma cantora com seu espetáculo via Lei Rouanet. E não é a lei que é questionada, vejam bem, mas a sua moralidade, sua ética profissional, sua vida pessoal. Porque a atriz não pode, junto a diversos outros artistas, apoiar Dilma como mulher. Porque ela deitou na BR doidona de Psico Sour, porque ela é uma “puta” vendida ao PT. Isso porque Letícia é mulher.

Não se enganem. Toda a estratégia de desqualificação dessas mulheres é pura manutenção de poder do patriarcado. A violência que ambas essas mulheres sofreram publicamente nos atinge porque é o que sofremos diariamente em esfera micro. Somos desqualificadas como mulheres, dizem que não podemos ocupar posições de poder, somos chamadas de vadias, oportunistas, “putas”, quando nos colocamos contra a posição hegemônica, quando recebemos aquilo que nos é devido por sermos excelentes profissionais, por sermos dedicadas, por sermos melhores.

Tudo que escrevi acima, coletei em perfis de homens. Homens que boicotaram o perfil de Facebook da atriz, homens que xingam raivosos no perfil da presidenta. Homens que querem manter as mulheres bem longe daquilo que eles consideram espaço de homem: política. Homens que não tiveram a menor vergonha de chamar ambas as mulheres dos adjetivos supramencionados. Porque as (nos) consideram incapazes, histéricas, burras, oportunistas…

Pela mulher Dilma, pela mulher Letícia, por todas as outras mulheres vítimas de machismo e misoginia, eu me levanto e grito!

DIANTE DO MACHISMO E DA MISOGINIA, NÓS NÃO DAREMOS UM PASSO ATRÁS SEQUER!!!

2 comentários em “Dilmas, Letícias e a misoginia escancarada

  1. jana
    6 de abril de 2016

  2. carla
    6 de abril de 2016

    Nós levantamos, nos levantamos!❤

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 5 de abril de 2016 por em Para seguir lutando.
%d blogueiros gostam disto: